Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
08/01/2018 17h40 - Atualizado em 10/01/2018 14h51
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

Dez exposições para ver de graça na Caixa Cultural

Salvador Dalí, Goya e Tomie Ohtake ficam até 4 de março na Caixa Cultural Brasília

Brasil, Cultura

Dez-Exposicoes-Para-Ver-de-Graca-na-Caixa-Cultural-Goya.jpgO ano de 2018 começa com a estreia de importantes exposições nas unidades da Caixa Cultural em todo o Brasil. Confira quais são as grandes exposições que reabrem ou inauguram essa semana, todas gratuitas.

1) Francisco de Goya (Brasília)
Loucuras Anunciadas traz a coleção, também chamada de Disparates, com as últimas obras gráficas que o pintor espanhol produziu em sua carreira. Uma edição póstuma, adquirida pela Academia de Belas Artes de Madri em 1864, que provoca curiosidade e inquietação, retratando temas como a violência, a opressão e o deboche às instituições absolutistas da época. A exposição estreia na Caixa Cultural Brasília nesta quarta-feira (10) e segue até 4 de março.

2) Salvador Dalí (Brasília)
O grande mestre do surrealismo é protagonista da mostra Dalí – A Divina Comédia que reúne um acervo de xilogravuras que ilustra uma das mais importantes obras literárias do poeta renascentista, Dante Alighieri. A atração segue até 4 de março na Caixa Cultural Brasília.

 


3) Tomie Ohtake (Brasília)
A trajetória artística de Tomie Ohtake é apresentada na exposição Cor e Corpo. Entre gravuras, pinturas e esculturas, a mostra traz a evolução do trabalho de Tomie ao longo dos quase 60 anos de produção. Os contornos e as silhuetas em suas obras são utilizados para dar forma a criações que remetem a elementos da natureza e trazem volumes que se assemelham a movimentos vivos. Na Caixa Cultural Brasília de 10 de janeiro a 4 de março.

4) Cândido Portinari (Curitiba)
Na CAIXA Cultural Curitiba, uma exposição inédita faz um apanhado da trajetória de Cândido Portinari, um dos maiores nomes da arte brasileira. Portinari - A construção de uma obra fica em cartaz de 17 de janeiro a 18 de março. A mostra reúne 30 estudos do pintor, muralista e desenhista. Também fazem parte da montagem oito esculturas criadas pelo artista plástico Sérgio Campos e que foram inspiradas em personagens de Portinari.

5) José Alberto Figueroa (São Paulo)
Pela primeira vez no Brasil, a obra do fotógrafo cubano José Alberto Figueroa ganha retrospectiva histórica em uma exposição. De 10 de janeiro a 4 de março, na CAIXA Cultural São Paulo, o público terá a chance de conferir a mostra Um Autorretrato Cubano, que reúne 69 fotografias do autor.  Em sua obra, o fotógrafo mostra seu olhar sobre fases históricas do país, desde os primórdios da Revolução Cubana, quando pôde acompanhar mudanças sociais significativas e controversas, até os tempos atuais.

6) A Construção do Patrimônio (São Paulo)
exposicao-patrimonio-interna.jpgA CAIXA Cultural São Paulo recebe, de 10 de janeiro a 4 de março, a exposição A Construção do Patrimônio, que apresenta um panorama da história das políticas públicas de preservação do Brasil, além dos desafios que envolvem a expansão do conceito de patrimônio. O projeto faz parte da programação das comemorações dos 80 anos do IPHAN, a primeira instituição pública brasileira dedicada à preservação e à promoção do patrimônio cultural na América Latina.

7) Bienal Caixa de Novos Artistas (Fortaleza)
A exposição que reúne trabalhos de novos talentos das artes visuais de todo o Brasil, aporta na CAIXA Cultural Fortaleza, onde fica em cartaz de 10 de janeiro a 11 de março. Durante quase dois meses, o público terá a oportunidade de apreciar, em primeira mão, 37 obras de 30 artistas de todas as regiões do país. Os trabalhos contemplam diferentes suportes, de desenhos a esculturas, passando por fotografias, gravuras, instalações, intervenções, pinturas, vídeos e instalações.

8) Francisco Brennand (Rio de Janeiro)
francisco-brennand-interna-01.jpgEntre cerâmicas, desenhos e pinturas, Francisco Brennand – Mestre dos Sonhos reúne 31 obras de diferentes fases da carreira do aclamado artista pernambucano. Criador de uma arte sincrética, ancestral e extremamente peculiar, seus trabalhos abordam temas como reprodução, mitologia, sexualidade, fauna e flora, personagens históricos e divindades, tudo permeado por signos da tradição popular do Nordeste. Exposição em cartaz na Caixa Cultural Rio de Janeiro de 13 de janeiro a 11 de março.

9) Pierre Verger (Rio de Janeiro)
A exposição Dorminhocos reúne uma série de 145 imagens de autoria do fotógrafo e antropólogo francês Pierre Verger que, com seu olhar característico, retratou diferentes pessoas descansando em lugares públicos. São momentos registrados em países como Argentina, Peru, Congo, China, Polinésia Francesa, Guatemala e México. A partir de 21 de janeiro na Caixa Cultural Rio de Janeiro.

10) Athos Bulcão (Recife)
A exposição “Athos Bulcão - Tradição e Modernidade” traça um panorama da produção do artista, ícone da arte moderna brasileira. A mostra privilegia a produção arquitetônica de murais e azulejaria do artista, reconhecida pelo caráter geométrico e pelas presenças monumentais em cidades como Rio de Janeiro, Brasília e Buenos Aires. Em exposição na Caixa Cultural Recife até 28 de janeiro.

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes