Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
05/02/2018 09h00
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

​Banco Comunitário Pracuubense revoluciona economia de comunidade da Ilha de Marajó

Projeto financiado pelo FSA CAIXA cria moeda própria que já é aceita por 95% dos comerciantes locais

Pará, Economia

2018-01-31_banco-pracuubense-interna-01.jpgA pequena Vila de São Miguel de Pracuúba é uma comunidade ribeirinha de pescadores que fica a duas horas do centro do município de Muaná, na Ilha de Marajó, no Pará. Foi nesta pequena comunidade de pouco mais 1.500 moradores que nasceu o Banco Comunitário Pracuubense e, com ele, a moeda comunitária pracuúba, nome que rende homenagem à árvore nativa da Ilha de Marajó.

O grande arquipélago paraense possui 16 municípios ao longo de mais de 40 mil km², porém apenas o município de Breves tinha uma agência bancária. Com isso, antes da inclusão bancária de Pracuúba os moradores tinham que se deslocar de barco para conseguir realizar qualquer atividade financeira. "Os empreendedores não tinham motivação para empreender dentro da comunidade porque eles sabiam que as pessoas não iam consumir aqui, então essa questão econômica ficava parada", explica Rosevany Mendonça, coordenadora pedagógica do Instituto Vitória Régia.

O banco Pracauubense foi uma meta do projeto Embarca Marajó, uma parceria entre o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IIEB), Instituto Vitória Régia (IVR) e o Instituto Peabiru financiado pelo Fundo Socioambiental da CAIXA (FSA). A comunidade foi treinada, capacitada e o objetivo final foi a implantação do banco comunitário, em abril de 2016. A iniciativa recebeu R$ 3 milhões em recursos não reembolsáveis do Fundo Socioambiental CAIXA e R$ 574 mil de contrapartida das entidades. Em junho do mesmo ano, também pelo projeto Embarca Marajó, foi criado o Banco Comunitário do Rio Canaticu, em Curralinho, na comunidade Ponta Alegre, que utiliza a moeda social "iaçá", nome alusivo à lenda amazônica sobre a criação do açaí.

“O banco para mim é tudo, ajudou muito, é um capital que gira na própria comunidade", contou em depoimento a moradora Lúcia Bahia, dona de uma loja de variedades em São Miguel do Pracúuba. "As pessoas não vão para fora, o dinheiro fica aqui, a gente vende a nossa mercadoria, gera benefícios pra todos. Melhorou cem por cento a nossa comunidade!”.

2018-01-31_banco-pracuubense-interna-02.jpgOs bancos comunitários em São Miguel do Pracúuba e Ponta Alegre são correspondentes CAIXA Aqui e oferecem todos os serviços bancários de um correspondente: abertura de contas, depósitos, saques, pagamentos, recebimentos de benefícios sociais. “Fazemos uma média de 1.400 transações bancárias por mês e 95% dos 150 comerciantes da comunidade São Miguel do Pracúuba aceitam a moeda social”, afirmou Rosevany Mendonça.

Melhores Práticas
O Banco Comunitário Pracuubense recebeu o reconhecimento da Caixa Econômica Federal através do 10º Prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local. O prêmio objetiva reconhecer projetos de excelência realizados com apoio financeiro ou técnico da CAIXA, dando visibilidade a projetos sociais bem-sucedidos, que colaborem para a implementação da Agenda Habitat no Brasil, documento das Nações Unidas que reúne diretrizes para criar padrões de vida sustentáveis em assentamentos.

Para Rosevany Mendonça estar entre as dez melhores práticas do Brasil é um feito emocionante. “É um reconhecimento de que a comunidade se empoderou e que o banco está trazendo benefícios para a própria comunidade”, destacou. Conheça os demais projetos premiados na página do Caixa Melhores Práticas.

Confira o vídeo de apresentação do projeto Banco Comunitário Pracuubense:

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🗓️ Começou hoje (19), em Joinville (SC), a última fase da seleção da @EscolaBolshoi. A seletiva oferece, anualmente… https://t.co/TEfUhFTEBt
    7 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    #CAIXACultural Brasília apresenta a exposição “Poesia Experimental Portuguesa”. A mostra gratuita reúne cerca de 80… https://t.co/69cqO0egWU
    8 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🎤 De 19 a 21 de outubro, a #CAIXACultural Fortaleza apresenta o show Confissões de Camarim, da cantora e compositor… https://t.co/0L26V5bP8m
    9 horas atrás