Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
20/03/2018 09h00 - Atualizado em 20/03/2018 16h40
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

Fundo Solidário apoiado pelo FSA CAIXA transforma renda do açaí em melhorias para comunidade do Marajó

Extrativistas se organizaram para conquistar benfeitorias, como uma ponte de 600m. Projeto foi premiado no 10º CAIXA Melhores Práticas em Gestão Local

Pará, Economia

2018-03-14_fundo-solidario-acai-interna-01.jpgA pequena comunidade da ​Vila de Santo Ezequiel Moreno, que vive em palafitas, sobre o rio Acuti-Pereira, é um dos territórios da Ilha de Marajó, no Pará, pertencendo ao município de Portel. O açaí ou o "ouro preto", como também é conhecido, sempre foi o sustento dos 160 habitantes da comunidade. Mas a exploração predatória do açaizeiro para a colheita do palmito quase causou o fim da pequena vila.

A situação ainda se agravava pela falta de infraestrutura: casas isoladas e com telhados de palha, toras de madeira para locomoção das pessoas sobre o rio e dificuldade do acesso às roças em terra firme. Apenas quando a comunidade se organizou e criou o Fundo Solidário Açaí é que o futuro dos moradores começou a mudar.

Os fundos solidários funcionam como uma poupança comunitária gerida coletivamente para fortalecer a comunidade e a agricultura familiar. Essa poupança é formada pela doação voluntária de recursos feita pelos participantes do fundo. Sendo assim, desde 2010 até 2014, cada lata de açaí colhido resultou em R$ 1,00 para o fundo comunitário, valor que passou a ser de R$ 2,00 para cada lata até hoje.

“A maior alegria que eu sinto é poder aplicar um recurso que é um benefício para as novas gerações que vem aí”, explica Teofro Lacerda, diretor do Fundo Solidário Açaí. Em sete anos do Fundo, mais de R$ 60 mil foram investidos na comunidade. São 17 ações e projetos já realizados.

Para os moradores, além da sede comunitária, o símbolo mais emblemático da união e sucesso do Fundo foi a construção da ponte de 600 metros, que liga as moradias ao centro da comunidade e às áreas de produção em terra firme, construída em seis dias de trabalho em mutirão.

“Começamos a investir agora em uma fábrica, uma agroindústria e no abastecimento de água. Também estamos construindo uma cozinha comunitária para beneficiar a produção do açaí e agregar valor ao nosso produto”, contou Teofro.

2018-03-14_fundo-solidario-acai-interna-02.jpgO Fundo Solidário Açaí é uma das iniciativas que integram o Embarca Marajó, projeto baseado na metodologia DIST - Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Território e que tem o apoio financeiro do Fundo Sociambiental (FSA) da Caixa Econômica Federal. Com apoio técnico em forma de capacitações e assessorias, a associação dos produtores locais da Vila de Santo Ezequiel Moreno melhorou os mecanismos de gestão do Fundo, dobrou o valor da contribuição e diversificou a aplicação dos recursos.

Melhores Práticas
A experiência vivida pela comunidade às margens do rio Acuti-Pereira recebeu o reconhecimento do banco público por meio do 10º Prêmio CAIXA Melhores Práticas em Gestão Local, em dezembro de 2017. O prêmio tem por objetivo reconhecer projetos de excelência realizados com apoio financeiro ou técnico da CAIXA, dando visibilidade a projetos sociais bem-sucedidos, que colaborem para a implementação da Agenda Habitat no Brasil, documento das Nações Unidas.

“Uma premiação dessas fortalece o nosso trabalho e faz com que pessoas que não acreditam no nosso trabalho possam acreditar. Também faz com que a comunidade tenha mais estímulo para trabalhar”, definiu Teofro. O diretor do Fundo Solidário Açaí também acredita que os bons resultados sejam importantes para as próximas gerações. “Queremos mostrar para nossos jovens que é possível que eles estudem lá mesmo e vivam com o trabalho no campo, com dignidade. Queremos que eles acreditem”.

Conheça os demais projetos premiados na página do CAIXA Melhores Práticas.

DIST Ilha do Marajó – Embarca Marajó
O DIST Barco Ilha de Marajó levou às comunidades da ilha parceiros governamentais e não governamentais para ampliar o acesso a políticas públicas e promoção da cidadania para a população ribeirinha. São diversas ações realizadas, em diferentes temas, como educação, cultura e alternativas de geração de trabalho e renda.

Para implementação da estratégia, foi firmada parceria entre o FSA CAIXA e o Instituto Internacional de Educação do Brasil – IEB, que juntamente com o Instituto Peabiru e o Instituto Vitória Régia, executaram o projeto Embarca Marajó - Navegando na maré da sustentabilidade nos dez municípios por onde navega a Agência Barco Ilha do Marajó da CAIXA.

Confira o vídeo de apresentação do Fundo Solidário Açaí:

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🔥🍀 #QUINADESÃOJOÃO: Para aumentar as chances de faturar parte do prêmio estimado em R$ 130 milhões, há também a opç… https://t.co/9C5oWYo3IP
    9 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    💰 A #MEGASENA acumulou e pode pagar R$ 38 milhões neste sábado (23). O sorteio será realizado no Caminhão da Sorte,… https://t.co/jrkfNtoeCV
    10 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    A #LOTOFÁCIL pode pagar R$ 4,8 milhões para quem acertar os 15 números no concurso n°1.679. O sorteio será nesta se… https://t.co/N7eqmUCCtN
    10 horas atrás