Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
27/03/2018 07h50 - Atualizado em 27/03/2018 08h36
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

CAIXA alcança lucro líquido recorde de R$ 12,5 bilhões em 2017, 202,6% superior ao de 2016

Resultado recorrente atinge R$ 8,6 bilhões, alta de 106,9% em 12 meses e supera maior lucro já alcançado pela Instituição

Brasil, Economia

Balanço Caixa 2017.jpgDestaques do Resultado 2017

•    Lucro líquido de R$ 12,5 bi, o maior da história, 202,6% superior ao de 2016

•    Lucro líquido recorrente atinge R$ 8,6 bilhões, alta de 106,9% em 12 meses

•    Resultado operacional recorrente de R$ 10,4 bilhões avança 157,1% em 12 meses

•    Margem financeira aumenta 14,1% em relação a 2016 e atinge a melhor evolução entre os grandes bancos

•    Menor índice de inadimplência dos últimos 5 anos, com 2,25%, queda de 0,6 p.p. em 12 meses, abaixo da média do mercado

•    Índice de eficiência operacional recorrente alcança 49,8%, melhora de 2,3 p.p. em 12 meses, melhor índice da história da CAIXA

•    Índice de Basileia atingiu 17,7%, crescimento de 4,1 p.p.

•    Índice de capital principal alcançou 11,2%, crescimento de 1,7 p.p.

•    Retorno sobre o patrimônio líquido recorrente cresce 6,3 p.p. em 12 meses e alcança 12,9% ao final de dezembro de 2017

•    Patrimônio líquido avança 12,2% em 12 meses, mesmo sem o aporte do FGTS

•    Despesa de PDD (Provisão para Devedores Duvidosos) recua 4,2% em 12 meses

•    Receitas com prestação de serviços aumentam 11,5% em 12 meses

•    Outras despesas administrativas recuam 2,3% em 12 meses

Resultado recorde
Em 2017, a CAIXA alcançou lucro líquido recorde de R$ 12,5 bilhões, 202,6% superior ao registrado em 2016. O lucro líquido recorrente totalizou R$ 8,6 bilhões, alta de 106,9% em 12 meses, e também superou o melhor resultado já alcançado pelo banco. Esse resultado gerou retorno sobre o patrimônio líquido recorrente de 12,9%, crescimento de 6,3 p.p. em 12 meses.

O resultado operacional recorrente alcançou R$ 10,4 bilhões em 2017, avanço de 157,1% em 12 meses, influenciado pelo crescimento da margem financeira em 14,1%, pela redução nas despesas com Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) em 4,2%, pelo avanço nas receitas com prestação de serviços em 11,5% e pelo controle das despesas administrativas e de pessoal.

O índice de inadimplência encerrou o ano com redução de 0,6 p.p em 12 meses, alcançando 2,25%, significativamente abaixo da média de mercado, de 3,25%, influenciado pela estratégia de melhoria da gestão de riscos da CAIXA.

Ao final de 2017, a carteira de crédito da CAIXA alcançou saldo de R$ 706,3 bilhões, apresentando leve redução de 0,4% em 12 meses, e manutenção da participação de mercado em 22,4%. Esse desempenho ocorreu devido à retração de 15,3% na carteira comercial e foi compensado pelo crescimento de 6,3% das operações de habitação e 5,2% das operações de saneamento e infraestrutura. Essas evoluções estão em linha com o Plano de Capital da Empresa.

Em dezembro, a CAIXA possuía R$ 2,2 trilhões em ativos administrados, avanço de 1,9% em 12 meses, com destaque para os ativos próprios, que totalizaram R$ 1,3 trilhão, avanço de 0,4% em 12 meses. O retorno recorrente sobre o ativo avançou 0,3 p.p. em 12 meses, totalizando 0,7% no final do ano.

Eficiência operacional histórica
As receitas com prestação de serviços cresceram 11,5% em 2017, totalizando R$ 25,0 bilhões. Os principais destaques foram as receitas de conta corrente, administração de fundos de investimento e convênios e cobrança, que cresceram, respectivamente, 31,0%, 21,7% e 7,4% em 12 meses.

As outras despesas administrativas recuaram 2,3% em 12 meses, totalizando R$ 11,9 bilhões. Foi a primeira vez na história da CAIXA em que ações de eficiência geraram redução dessas despesas entre os exercícios.

As despesas de pessoal alcançaram R$ 22,4 bilhões no ano, avanço de 6,6% em 12 meses, impactadas pelo acordo coletivo e pelos planos de demissão voluntária, que geraram despesas não recorrentes de R$ 863,0 milhões, com o desligamento de 6,9 mil empregados.

Com esse desempenho, o índice de eficiência operacional recorrente alcançou 49,8%, melhora 2,3 p.p. em 12 meses. O índice de cobertura de despesas administrativas alcançou 72,9%, melhora de 5,3 p.p, e o índice de cobertura de despesa de pessoal somou 111,6%, avanço de 4,8 p.p. em 12 meses.

Índice de Basileia encerra período com 17,7%, avanço de 3,1 p.p. em 12 meses
A fim de cumprir os requerimentos mínimos de capital, conforme exigências do Acordo de Basileia III, a CAIXA tem implementado medidas para reforço da sua estrutura de capital, como a redução de despesas, ajuste dos processos de alocação de capital, utilização da métrica do Retorno Ajustado ao Risco no Capital (RAROC) para gestão da carteira de crédito, e disseminação da cultura de risco, entre outras.

Com isso, o índice de Basileia atingiu 17,7%. O índice de Capital Principal e o de Nível I marcaram 11,2%, mantendo-se acima do mínimo exigido de 6,0% e 7,5%, respectivamente. Os Ativos Ponderados pelo Risco (RWA) totalizaram R$ 529,5 bilhões em dezembro de 2017, redução de R$ 44,6 bilhões. O patrimônio líquido avançou 12,2% em 12 meses, e atingiu R$ 71,4 bilhões.

Carteira de crédito habitacional avança 6,3% em 12 meses
A carteira imobiliária alcançou saldo de R$ 431,7 bilhões, aumento de 6,3% em 12 meses. Os créditos concedidos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) representam R$ 237,6 bilhões. As operações de crédito com recursos da CAIXA (SBPE) apresentam saldo de R$ 194,1 bilhões. A CAIXA ganhou 2,1 p.p. de participação no mercado imobiliário, mantendo a liderança, com 69% de participação.

Operações de saneamento e infraestrutura cresceram 5,2% em 12 meses
O saldo da carteira de saneamento e infraestrutura alcançou R$ 82,7 bilhões em dezembro, alta de 5,2% em 12 meses. Esse segmento continua a ser estratégico para a CAIXA por contribuir para o avanço no desenvolvimento econômico do País, gerando emprego e renda.

Transferência de benefícios
Em 2017, foram pagos cerca de 158,4 milhões de benefícios sociais, correspondendo a R$ 28,7 bilhões. Somente o Bolsa Família pagou cerca de 153,8 milhões de benefícios no período, totalizando R$ 27,8 bilhões.

Em relação aos programas voltados ao trabalhador, a CAIXA foi responsável por realizar 292,3 milhões de pagamentos de benefícios, que totalizaram R$ 313,7 bilhões, entre eles o Seguro- Desemprego, Abono Salarial e PIS, que corresponderam a R$ 52,0 bilhões.

A CAIXA também realizou 71,7 milhões de pagamentos de aposentadorias e pensões a beneficiários do INSS, que totalizaram R$ 94,7 bilhões.

A arrecadação do FGTS atingiu R$ 123,5 bilhões e os saques, R$ 166,9 bilhões, incluindo R$ 44 bilhões de saques das contas inativas.

Distribuição do lucro do FGTS - Pela primeira vez, em 2017, metade do lucro alcançado pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 2016, foi creditado nas contas dos trabalhadores.

Foram distribuídos o total de R$ 7,3 bilhões para 88 milhões de trabalhadores.

A remuneração do FGTS no ano alcançou 7,14% e foi superior aos principais índices de inflação, sendo o IPCA 6,28% e o INPC 6,58%.

Após a apuração final do Resultado de 2017, metade do lucro será novamente distribuído aos trabalhadores.

CAIXA possui 56,9 mil pontos de atendimento e 88 milhões de clientes
Ao final de dezembro, a CAIXA possuía 88 milhões de correntistas e poupadores, dos quais 85,3 milhões de pessoas físicas e 2,7 milhões de pessoas jurídicas.

A rede da CAIXA possui 56,9 mil pontos de atendimento. São 4,2 mil agências e postos de atendimento, 22,7 mil correspondentes CAIXA Aqui e lotéricos, e 30 mil máquinas distribuídas nos postos e salas de autoatendimento em todo o país.

27/03/2018
Assessoria de Imprensa da CAIXA
(61) 3206-4487 / 4489 / 9182
caixa.gov.br/agenciacaixadenoticias | @imprensacaixa | imprensa@caixa.gov.br

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    Atenção! ⚠️ A Fórmula Mágica do Natal @CAIXA promete muita aventura. Por isso, vá com roupas leves e sapatos confor… https://t.co/UzWYRlzF5X
    7 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    📽️ A magia do Natal já está no ar! Até 6 de janeiro, o público de Brasília pode participar da “A Fórmula Mágica do… https://t.co/mXUUAZuFF0
    8 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    Para celebrar a abertura da “A Fórmula Mágica do Natal CAIXA”, influenciadores digitais e jornalistas de Brasília f… https://t.co/2bsOM9tUxn
    9 horas atrás