Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
16/05/2018 09h00 - Atualizado em 16/05/2018 15h55
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

Confira dicas de saúde para completar bem a Volta do Lago CAIXA

Desafio de longas distâncias exige cuidados especiais com o corpo. Prova acontece dia 10 de junho, em Brasília

Brasília, Esporte

2018-05-11_infografico-dicas-corrida.jpg

As corridas de longa distância vêm ganhando cada vez mais adeptos por todo país. Para a 15ª edição da Volta do Lago CAIXA, em 10 de junho, em Brasília, são esperados 3.000 corredores, que se revezarão em equipes de oito, seis, quatro e dois integrantes para completar os 100 km. Já na categoria solo, o ultramaratonista deve percorrer 60 km ou 100 km da Volta do Lago ininterruptamente. 

Especialistas alertam para alguns cuidados importantes para os corredores de longas distâncias. O ortopedista Bruno Ohashi revela que na véspera de grandes corridas de rua muitos pacientes recorrem ao seu consultório em busca de tratamento para lesões nos membros inferiores.

Para evitar perder a prova por conta de lesão, ele orienta que o ideal é aliar o treino nas ruas com a musculação. “Antes de começar o treino de corrida, é importante fortalecer as articulações, como o abdome, lombar e coxas, para o impacto da corrida ser mais absorvido. Ou seja, antes de começar a pensar em corrida, pensar em proteger a articulação. Quando estiver bem, então começam os treinos de corrida”, alerta o especialista em cirurgia de joelho e trauma esportivo.

2018-05-11_volta-do-lago-saude-interna-01.jpgApesar de a maioria dos corredores em algum momento passar por algum tipo de lesão nos membros inferiores ou lombar, Ohashi defende que a corrida é uma das atividades mais seguras para quem busca a manutenção da saúde, mas sem descuidar para não exigir demais do corpo.

Resistência de ultramaratonista
“Preparação é a palavra para chegar à corrida e não ter lesão”, diz o doutor. “Para os iniciantes, tem que começar com pequenas distâncias e velocidades e ir aumentando gradativamente. O corpo precisa dessa adaptação, se aumentar demais a intensidade do treino a pessoa pode acabar se machucando”.

Por orientação médica, a ultramaratonista Claudia Souto, 46 anos, incluiu exercícios de fortalecimento muscular na sua rotina de treinos. Em 2017, ela teve que passar por muitas sessões de fisioterapia para tratar uma lesão no joelho. “Quando faltava uma semana para a maratona de São Paulo eu comecei a sentir dor e mesmo assim eu fiz a maratona. Dessa vez a dor me perturbou bastante. Fisioterapeuta e ortopedista me pediram para parar de correr pra fazer o tratamento”, relatou Claudia.

volta-do-lago-saude-interna-02.jpgPara a dona de casa corredora e ex-fumante, tirar o esporte da sua vida seria tão difícil quanto foi parar de fumar. “Experimentei a corrida e fui gostando e foi maravilhoso trocar o vício do cigarro para o vício da corrida”, disse a pentacampeã da Volta do Lago CAIXA, que corre desde os 30 anos.

Já recuperada, a paulistana Claudia vem a Brasília no próximo mês para tentar mais um título da ultramaratona. Ela subiu ao pódio nas edições de 2013 a 2017, completando os 100 km com o tempo de 11 horas e 10 minutos no ano passado.

Não se esqueça do carboidrato
Além da própria preparação, o atleta deve pensar na alimentação pré e durante uma corrida longa, para não “quebrar” no meio da prova. “Para ter performance, é preciso ter qualidade na alimentação. Se a pessoa está fazendo uma dieta restritiva, fica incompatível com uma boa performance”, alerta a nutricionista clínica Ana Paula Tranqueira.

2018-05-11_volta-do-lago-saude-interna-03.jpg
A necessidade de um plano nutricional personalizado se torna ainda mais relevante para os corredores de longas distâncias. Para Ana Paula, a ingestão de carboidratos antes e durante a corrida é essencial para quem busca cumprir todo o percurso da prova. “Como é um dia inteiro, vão ter momentos em que será preciso comer comida mesmo”.

Para o corpo fazer reserva de energia no dia da corrida, ela aconselha seus pacientes a ingerir carboidratos com menos fibras. A mesma orientação deve ser seguida para o dia da prova. “É pão branco mesmo. Uma prova que exige muita energia é o carboidrato que é o carro chefe. O carboidrato para a corrida é essencial”, diz a doutora.

A nutricionista afirma ainda que a deficiência de certos nutrientes, como proteína, sódio, potássio e vitamina C pode provocar câimbras, hipoglicemia e fadiga muscular no momento da prova.
O quarteto Faro Animal participa da Volta do Lago pela segunda vez este ano, e dessa vez o treinamento foi acompanhado de um planejamento alimentar. 

2018-05-11_volta-do-lago-saude-interna-04.jpg“Existe o equilíbrio entre o carboidrato e a proteína, além de suplementação, para dar todo o suporte físico muscular para que a gente tenha uma melhoria nos treinamentos”, diz Luis Carlos de Oliveira Porto, capitão da equipe. 

O servidor público federal e professor de educação física ressalta que o amparo entre os corredores e eventuais participantes da equipe como apoio é fundamental para garantir o bom desempenho individual de cada um. “Além da atividade física, a Volta do Lago tem o lado da integração, porque um atleta ajuda o outro. É interessante a satisfação que você tem quando chega na linha de chegada todos juntos”, afirma.

Confira o vídeo especial sobre a preparação para a Volta do Lago:

 


Leia também:

Equipes campeãs da Volta do Lago CAIXA buscam bicampeonato na 15ª edição da prova

Volta do Lago CAIXA 2018 comemora 15 anos de história

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🎥 No primeiro vídeo da série sobre o #FeirãoCAIXA 2018, Paulo Antunes, VP de Habitação, fala das vantagens de ir ao… https://t.co/2v6xKxgU0S
    29 minutos atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🎥 No primeiro vídeo da série sobre o #FeirãoCAIXA 2018, Paulo Antunes, VP de Habitação, fala das vantagens de ir ao… https://t.co/iBAC2HPVlb
    3 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    🏠 Moradores de Brasília, Belém, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza e Recife poderão aproveitar as vantage… https://t.co/UKeEl9qnh8
    4 horas atrás