Onde você está: Skip Navigation LinksPortal Agência CAIXA de Notícias > Default
Portal Agência CAIXA de Notícias
10/10/2018 17h50 - Atualizado em 10/10/2018 17h50
TAMANHO DA LETRA
IMPRIMIR

​Circuito Maratoninha CAIXA movimenta famílias de mini atletas por onde passa

Competição incentiva o atletismo e a prática esportiva entre crianças há 17 anos

Brasil, Esporte

2018-10-10_maratoninha-interna-01.jpgO Circuito Caixa de Maratoninha está na 17ª edição. As corridas têm caráter lúdico e recreativo para crianças de 5 a 12 anos de idade, com prioridade a estudantes de escolas públicas e projetos sociais da cidade onde é realizada cada etapa. A inscrição é gratuita e cada evento chega a contar com a participação de 1.200 até 1.700 crianças. Os atletas mirins correm até 300m divididos por faixa etária em diversas baterias sucessivas. O vencedor de cada bateria ganha uma bicicleta, mas todos ganham camiseta, boné, medalha e lanche.

O Circuito 2018 começou em abril e já passou por 20 cidades, reunindo mais de 26 mil crianças.  Ainda três etapas acontecem neste ano. As próximas corridas serão em Maceió (AL) e Aracaju (SE), em 14 e 21 de outubro, respectivamente. A última etapa da Maratoninha 2018 será em 4 de novembro, em Brasília (DF). Para saber mais, acesse www.maratoninha.com.br

Educar pelo exemplo
Na etapa de Curitiba, realizada em abril, o menino Caio Melo Canhetti, 11 anos, participou pela primeira vez da Maratoninha e, apesar de não ter ganhado a bicicleta, gostou tanto que não quer perder a prova no ano que vem. “Foi fácil porque a diversão me carregou!”, contou o futuro atleta. “Para mim é divertido porque eu disputo, sinto vontade de cruzar a linha de chegada e me divirto muito estando entre tantas pessoas que gostam da mesma coisa que eu.”

Na família de Caio, o hábito da corrida foi passado por gerações. “Eu costumo brincar que o corredor de verdade, aqui em casa é meu pai e, obviamente, com o incentivo dele eu comecei a correr e passei isso para o Caio”, contou a mãe do menino, Janine Melo de Jesus. A inspiração de Janine é seu pai, João Francisco de Jesus, 66 anos, que corre desde os 48 anos e tem uma sala cheia de medalhas e troféus. “Comecei a correr vendo meu pai correr. Corro por saúde física e mental. Quando corro, é um momento de reflexão, um momento meu”, explica a moradora de Pinhais (PR). 

A corredora amadora incentiva o filho a correr pensando no bem estar dele e acredita que o esporte deve começar na infância. “Encaminhá-los ao esporte é uma forma de ocupar o tempo deles com atividades que beneficiem a saúde, além da disciplina que o esporte traz”, disse.

2018-10-10_maratoninha-interna-02.jpgA opinião é a mesma do medalhista olímpico Arnaldo de Oliveira, que acredita que a prática esportiva melhora os aspectos físico e mental, além de ensinar disciplina e comprometimento desde a infância. “Isso é muito importante hoje na cabeça de uma criança, de um adolescente e ainda aumenta a longevidade.”

O ex-atleta, medalhista de bronze no revezamento 4x100m dos Jogos de Atlanta 1996, participa do Programa Caixa Heróis Olímpicos do Atletismo. Ele foi padrinho de duas etapas da Maratoninha 2018, em João Pessoa (PB) e Vitória (ES). Além da presença nas competições, Arnaldo visitou as crianças nas escolas antes das provas para compartilhar sua experiência como atleta profissional.

Pelo menos 60 minutos diários de atividades físicas de intensidades moderada a vigorosa é o que recomenda a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) para crianças a partir dos seis anos de idade e para adolescentes de até 19 anos. De acordo com a instituição, atividades de intensidades moderada a vigorosa são aquelas que fazem a respiração acelerar e o coração bater mais rápido, tais como pedalar, nadar, brincar em um playground, correr, saltar e outras atividades que tenham, no mínimo, a intensidade de uma caminhada.

2018-10-10_maratoninha-interna-03.jpgAinda de acordo com a SBP, a atividade física superior a 60 minutos fornece inúmeros benefícios adicionais para a saúde. “Crianças e adolescentes devem ser encorajados a participar de uma variedade de atividades físicas agradáveis e seguras que contribuam para o desenvolvimento natural, tais como caminhadas, andar de bicicleta, praticar esportes diversos, se envolver em jogos e brincadeiras tradicionais da comunidade em que estão inseridas. Estas atividades melhoram os aspectos físico, emocional e social.”

  • Compartilhe »
Buscar Notícia
  • Selecionar uma data no calendário.
    Selecionar uma data no calendário.
Agência CAIXA nas Redes
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    📸 O ano de 2018 entrou para a história da @EscolaBolshoi no Brasil. Ao todo, 5.873 candidatos se inscreveram para a… https://t.co/aNngedTXxr
    9 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    💲@CAIXA complementa o portfólio de serviços para empresas que atuam no comércio exterior. O gerente nacional de Ges… https://t.co/rPK02cwGNu
    21 horas atrás
  • ImprensaCAIXA ‏@ImprensaCAIXA
    📸 Neste fim de semana, em Joinville (SC), mais de 800 candidatos de todo o Brasil e também da Argentina passam por… https://t.co/6sYgbMEFJG
    36 horas atrás